Mudanças e datas para entregas de ECD e ECF 2017

Mudanças e datas para entregas de ECD e ECF 2017

É certo afirmar que 2016 trouxe consigo muitas modificações da legislação tributária de nosso país. E dentre as principais mudanças está a ECD (Escrituração Contábil Digital). Trata-se da emissão do relatório e validação por parte dos órgãos responsáveis. Na legislação antiga, este documento deveria ser entregue pelas empresas até o último dia útil do mês de junho do ano seguinte. Dessa forma, a ECD referente a 2015, por exemplo, deveria ser entregue até o último dia útil de junho de 2016. Porém, este prazo foi modificado e o limite para entregar a ECD do ano anterior é, atualmente, o último dia útil do mês de maio.

A mudança foi publicada no Diário Oficial da União de 03/12/2015, já firmando o novo prazo para o ano seguinte. A obrigatoriedade para empresas em SCP (Sociedade em Contra Participação) também é questionada e dentre as exceções ficam empresas optantes pelo regime Simples Nacional, órgãos públicos, autarquias, fundações públicas e pessoas jurídicas inativas.

Além da ECD, outra modificação que ocorreu em nossa lei tributária diz respeito à ECF (Escrituração Contábil Fiscal), que passou a constituir uma obrigatoriedade para todas as pessoas jurídicas a partir de 2015. Nela devem constar todas as informações que ajudam a constituir a base de cálculo para o valor devido do IRPJ (Imposto de Renda Sobre Pessoa Jurídica) e a CSLL (Contribuição Social sobre Lucro Líquido). Ficou estabelecido que, em 2015, todas as empresas deveriam emitir este documento referente ao ano 2014, e assim deveria ocorrer nos anos subsequentes.

Em 2016, entretanto, mais uma modificação foi realizada no que diz respeito à ECF. Trata-se do prazo, que passou a considerar o último dia útil de junho como data limite para entrega do documento. Além disso, também a partir de 2016, o preenchimento do Demonstrativo do Livro Caixa passou a ser obrigatório para todas as empresas optantes pelo regime de lucro presumido e cuja receita bruta do ano a que se refere à escrituração seja superior a R$1,2 milhões. Empresas imunes e isentas são obrigadas a entregar a ECF. Assim como as mudanças na ECD, as modificações na ECF também foram publicadas no Diário Oficial da União de 03/12/2015.

Alíquotas como Imposto de Renda e ganho de capital na alienação de bens também sofreram mudanças, assim como a declaração do IR para profissionais liberais e autônomos. É importante que tanto pessoas físicas, quanto jurídicas estejam cientes e atentas a essas mudanças, pois perder o prazo pode significar problemas jurídicos desnecessários. Em caso de dúvida, consulte o seu contador e veículos especializados em informações deste segmento. Tenha em mente que muitos são os boatos que surgem acerca do assunto e informe-se em fontes seguras garantem o cumprimento correto dos deveres legais no que diz respeito à tributação e documentos contábeis que devem ser entregues ao final de cada período de exercício da empresa.

Necessita de uma consultoria?

A Fambec é uma empresa de Tecnologia e Consultoria focada em prover soluções para a área fiscal, presente no mercado desde 2009, atuando com uma base de clientes em vários seguimentos de mercado tanto empresas nacionais como multinacionais. Além de soluções em softwares, trabalhamos com serviços técnicos, assessoria tributária e compliance abrangendo as esferas, Estadual, Municipal e Federal.

Nossa equipe é formada por especialistas com longa experiência nas tratativas e processos das obrigações acessórias. Comprometidos com resultados em todos os estágios do processo, focados em segurança, qualidade e satisfação dos nossos clientes.

Solicite o contato de um de nossos especialistas!

Deixe uma resposta


Rua Bélica Barbosa Lima, 46 – Cj. 33  e 34 Vl. Paulo Silas – SP

(11) 2503-0681

(11) 2503-0682